Postagem em destaque

INDICE AO BLOG NSG E À BIBLIOTECA VIRTUAL LACHESISBRASIL BASEADO EM BUSCAS ESPECÍFICAS

OBSERVE POR FAVOR QUE A MAIORIA DOS LINKS SÃO AUTO EXPLICATIVOS, E CONTÉM INDICAÇÃO DE CONTEÚDO ANTES MESMO DE SUA ABERTURA: 1) SOBRE ...

domingo, 2 de julho de 2017

ESTÁGIOS NSG


Começam dia 28 de julho próximo, com as estudantes de Veterinária Marja Hart e Keisy Rathlef (sempre dois estagiários no máximo, como regra de segurança), a nossa tentativa de perpetuar o trabalho, dividindo com agentes propagadores as especificidades de manejo e manutenção do gênero Lachesis, nas instalações do único serpentário brasileiro dedicado exclusivamente às surucucus, ou mais especificamente, às ultimas surucucus da mata Atlântica. São futuros 'Diretores Técnicos' - Biólogos, Zootecnistas ou Veterinários assistentes - de outros empreendimentos que desejem vida longa das surucucus de seus plantéis.

Claudio, meu auxiliar, colocou a mão em surucucu após doze anos de lida. Não se trata aqui portanto de uma iniciação ao manejo das peçonhentas brasileiras. Os candidatos deverão aprofundar-se em técnicas de manejo nas instituições de sua afiliação, mas irão sim, sob minha supervisão direta, conhecer as diversas técnicas manejo que desenvolvemos ao longo deste 15 anos de lida, visto que erros nesse tópico especifico são geradores verdadeiros massacres contra o gênero. Atenção às palavras de Mestre José Abade - in memoriam - aquele que me ensinou:




Concluindo:

1) Publico-alvo, pessoas de dentro ou de fora da Academia, que de alguma forma possam contribuir para o estudo e preservação de Lachesis, e que necessitem conhecer o funcionamento de um serpentário voltado exclusivamente para o gênero.

2) Há pouca contribuição acadêmica a ser dividida neste estagio, os candidatos devem estar preparados para trabalho braçal, como apoio às atividades do biotério, manutenção de viveiros, e auxilio ao reflorestamento em curso no NSG, com substrato formado em grande parte pela maravalha usada pelos ratos. CONTUDO, são pré requisitos:

2.1) conhecimento básico da taxonomia do gênero
http://lachesisbrasil.blogspot.com.br/2011/02/breve-historico-comentado-do-genero_13.html

2.2) especificidades teóricas do manejo e manutenção
http://www.lachesisbrasil.com.br/download/BulChicagoHerpSoc_Vol43Num10pp157-164%282008%29.pdf

2.3) conhecimento básico do acidente laquético, no link o capitulo sobre o tema de minha autoria, no livro de Dr. João Luis Cardoso, 'Animais peçonhentos no Brasil' da Ed. Sarvier, livro muitíssimo recomendado
http://www.lachesisbrasil.com.br/download/JLC_5D_Final.pdf

O conhecimento amplo de outras questões relativas ao gênero Lachesis é recomendado, havendo no link que se segue uma compilação prática e objetiva sobre os temas mais variados:
http://lachesisbrasil.blogspot.com.br/2015/12/indice-ao-blog-nsg-e-biblioteca-virtual.html

Quanto maior o conhecimento prévio, melhor será o aproveitamento e as chances de retorno, na linha 'faça por onde que te ajudarei'

3) O estagio tem duração de 05 dias, dois comigo e três com meus auxiliares, em manutenção geral, manutenção de biotério e fabrica de ração de ratos: http://lachesisbrasil.blogspot.com.br/2012/12/crise-e-oportunidade.html

4) O estagio propriamente dito é condicionado à existência de necessidades reais de manejo no plantel do NSG - vermifugação, implante de chips, remoção de carrapatos, ou mudas incompletas, extrações, vistorias técnicas do Ibama (quando há contagens) e etc - visto que evitamos ao máximo a manipulação direta dos animais

5) Haverão incursões noturnas ao eixo de um importante corredor ecológico da região, para familiarização com o bioma preservado. A hipótese de encontro com surucucus selvagens nessas incursões é remota, mas possível. Pede-se ao estagiário que traga consigo perneiras e lanternas de cabeça. Coletas de qualquer tipo são proibidas sem as autorizações especificas do ICMBio.

6) Será cobrada do estagiário uma pequena monografia para certificação. A bibliografia para este trabalho é o link para o blog NSG, disponibilizado acima. Esse texto nos será enviado por email após a conclusão do estágio, e sedimentação de tudo o que foi apresentado e assimilado.

7) O estagiário deverá apresentar-se ao NSG no dia combinado. O acesso é fácil e existem ônibus parando na porta de hora em hora (km 42 da BA 001, em frente à reserva Caititu, bem conhecido dos motoristas da empresa ROTA). Acomodação e alimentação no período por nossa conta. Não há cobrança monetária pelos estágios. Em função da logística que envolve meu deslocamento, os estágios se inciam sempre numa sexta feira á tarde e seguem até a quarta seguinte. Aqui não há aqui uma regularidade programada, a sequencia dos estágios depende da demanda objetiva de manejo. Quem se interessar apresente-se de forma sumaria no lachesisbrasil@hotmail.com com o assunto 'estagio' e surgindo a oportunidade entramos em contato





FACEBOOK: https://www.facebook.com/RodrigoNSG/photos/a.1536530210002263.1073741831.1535945860060698/1840088639646417/?type=3&theater