Postagem em destaque

INDICE AO BLOG NSG E À BIBLIOTECA VIRTUAL LACHESISBRASIL BASEADO EM BUSCAS ESPECÍFICAS

OBSERVE POR FAVOR QUE A MAIORIA DOS LINKS SÃO AUTO EXPLICATIVOS, E CONTÉM INDICAÇÃO DE CONTEÚDO ANTES MESMO DE SUA ABERTURA: 1) SOBRE ...

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Capela da Onça



Caro amigo, no anexo imagem leve para abrir rápido, dessa pequena interferência que fiz no caminho do Conceição no dia 11/09; voltei ao local 2 meses depois e tudo estava intacto; esta pedra tem volume equivalente ao de dois escritórios como esse seu no Caraça (8 metros de altura na 'cumeeira', por uns 10-12 de extensão, por uns 5-6 de largura) e em sua base há uma concavidade aconchegante de 3 x 2 metros,  repleta de pelos e ossos, o que, em função da proximidade da área onde coletei aquelas carcaças de anta, me faz crer tratar-se de abrigo da onça parda, com aproximação a ser evitada; é isso, desculpe-me, foi irresistível.

Abraço,

Rodrigo






Em tempo: fiz a cruz em aço oco e não tive preguiça em sua fixação, cravejei espelhos para repercutir por alguns segundos os primeiros sinais de sol no Canjerana a cada manhã, santa missa não verbal dos bichos do Campo de Fora.




Estranha compulsão para um endemoniado como eu, autor de algo que certamente colocaria Gabriele Amorth em meu encalço:

Para quem não conhece, Padre Gabriele pode ser considerado 'O último Exorcista' do Vaticano, literalmente. Interessei-me por ele pela possibilidade de ler alguém de credibilidade falando de sua experiencia prática com O MAU, e não O MAL. Mas me decepcionei. Achei o texto primário. Fosse eu o demônio a ser expulso à primeira evocação DA VIRGEM Maria eu retrucaria: "mas você pretende me enfrentar com um erro de tradução ?" 

Atolado de trabalho para concluir, especificamente resposta à notificação do Inema no processo de licenciamento ambiental do NSG, refugiei-me num Caraça vazio neste ultimo final de semana, e depois de décadas assisti a uma missa, recebi o corpo e o sangue de Cristo e disse Amém, e aquilo não me feriu a língua com ferro em brasa e nem caí ao solo em espasmos e caretas e linguajares estranhos.

Recebi a comunhão do amigo, com o qual horas antes falava de Clarisse Lispector, de Adélia Prado, de certa forma tradutoras dessa realidade rude que é o dia a dia e da atenção concentrada que a vida nos exige, se o desejo é realmente ver além da crosta de todas coisas e ser assim capaz de enxergar em tudo o tal amor, 'essa palavra de luxo'.










5 comentários:

  1. Capela da Onça ,linda.
    Foto belíssima
    Texto tocante , se superou dessa vez.
    Muito muito bom

    ResponderExcluir
  2. Porque resolveu colocar a cruz ou fazer a pequena interferência ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estive no local coletando restos de um ataque de onça parda a antas, adulta e filhote, e na ocasião neneco me falou desse 'seu sonho', de colocar a cruz ali, e aquilo me tocou; a pedra é uma igreja barroca perfeita, lapidada, e achei que a interferencia não seria uma agressão, e fiz; é coisa que 0 a 2 pessoas veem a cada ano, o Conceição é um pico 'primitivo' segundo os guias, pouco visitado, sem trilhas claras, mato no peito o tempo todo

      Excluir
  3. Ideia boa . Ficou massa .

    ResponderExcluir
  4. Boa literatura esse Catecismo do Papai .
    Ainda bem que vc não gostou do livro do padre exorcista. fala sério
    Gosto demais do Caraça 👏👏

    ResponderExcluir